Close Menu

Resumo: De 25/05/2017 até 31/05/2017

Autora: Adriana Girodo Visualizações: 43

Rosaldo publicou o link: http://ufologiaoriginais.blogspot.com.br/2017/01/jornal-britanico-diz-que-invasao.html


Sobre a matrix pesada ultimamente

Rodrigo Rezende: Aproveitando que temos recém chegados, gostaria de conversar um pouco

e ouvir vocês. Como estão? Em relação a este ano, como estão sentindo as mudanças? Como

estão suas percepcões a cerca do mundo e do mundo “imaterial”? Houve mudança na

perspectiva universalista de vocês em relação ao ano passado?

 

Rosana Mara conta que este ano tem sido muito difícil, alguns momentos sem esperança e

sem vontade de estar aqui. Ano de muita luta interna. Muito cansada.

Ela diz: Mas continuo na luta cuidando dos que estão ao meu redor e de alguns que aparecem

no meu caminho. Mas se vim pra cá é porque ainda tenho sintonia com as coisas daqui. Penso

que o astral ou plano espiritual da Terra também tá pesado. Lá também deve ter muito trabalho

a ser feito. Hoje já vejo uma luz no fim do túnel. Acho que muitas mudanças virão. Para

melhorar é necessário enxergar a sujeira. Ainda sinto a energia pesada mas com esperança.

 

Rodrigo Rezende: Incrível descrição de 2017. Parece mesmo que estamos em uma energia

mais densa, no meio da faxina, tendo um convite forçado ao pensar sobre nós mesmos. É

necessário muita humildade e discernimento para se conectar com o caminho do meio…

 

Eunice Costa conta: O que tenho percebido nos últimos meses é que a energia está realmente

muito densa isso para mim está dificultando até mesmo no meu dia a dia. Sinto que quando

não nos conectamos muito com a matrix sofremos muito. Parece que as pessoas estão

querendo a Total salvação na espiritualidade ou a Total salvação na Matrix. Realmente acredito

que com todos os acontecimentos que estão ocorrendo está mexendo muito com o consciente

coletivo‬, influenciando outras pessoas em seus pensamentos, energia, de forma muitas vezes

até mesmo negativa‬‬. Pois estamos suscetíveis a tudo isso‬‬.

 

Kelly: Estou passando o mesmo, seria ate repetitiva já que Rosana e Rodrigo falaram tudo..

pra mim também é momento de faxina interna.. muito cansaço.. dores fisicas e emocionais.

Vontade de ficar recolhida.. muita energia pesada..

 

Gianluca diz: Pra mim está sendo diferente. Percebo que é um ano de mudanças. Mas está o

inverso da maioria dos relatos aqui. Comparado aos outros anos, este está muito mais intenso

e cheio de transformações. Muitos desafios também, mas todos eles estão levando para

mudanças positivas. Mas eu sinto energias que estão me impulsionando pra cima. Mas todas

as energias que estão me levando pra cima, vem primeiro mascaradas de desafios enormes

 

Rosaldo: a respeito do peso e da dificuldade esse doc pode ajudar em alguma coisa‬‬

Confira “Food Choices” na Netflix‬‬: www.netflix.com/title/80142016?source=android

Ele aponta uma melhor forma de sincronia com gaia‬‬ e isso facilita a transição em tds os niveis‬‬.

Se o percurso a percorrer exige muito do veiculo, ele tem de estar nas melhores condições‬‬.

 

Pedro Antunes: Estou totalmente isolado do que acontece no planeta. É difícil de explicar por

palavras, mas é algo como se eu estivesse como um expectador apenas assistindo á tudo sem

tomar parte de nada.

Talvez essa minha percepção do presente possa ser da prática de exercícios de auto-

percepção que venho fazendo já há um certo tempo. Mas não posso afirmar com certeza que

seja só esse o motivo. Mas alguma coisa diferente sinto que está acontecendo na atmosfera

astral do planeta mas não consigo identificar o que é realmente.

 

Rodrigo Rezende: Voltando às nossas próprias perspectivas… Pedrão, poderia também me

sentir no centro do furacão, onde todas estas dificuldades e energias pesadas são um convite

ao aprendizado, pois o furacão ainda nem chegou… Outra coisa, não sei vocês mas parece

que quanto mais aprendemos mais descontruimos, nesta vida parece que estamos nos

descontaminando da Matrix…

 

Ramon: Pessoal, segue link do EAD do Observatório Nacional SISTEMA SOLAR, em 3

Módulos, 120 horas.‬‬ https://daed.on.br/moodle/ead-2017/index.php ‬‬

Gashô: http://www.fcm.unicamp.br/fcm/neuropediatria-conteudo- didatico/exame-neurologico/reflexos-primitivos#marcha

Sobre como o Universo “nos dá” o que desejamos

 

Rodrigo Rezende: Cada dia que passa, mais sabemos aqui que não sabemos nada rs… Acho

que antes de querer muito algo, é buscar o discernimento para equilibrar nossos sentimentos e

saber o que realmente queremos e o que vale a pena…

 

Ana Volpato: O doc ‘Quem somos nós’ veio primeiro, mas não fez tanto sucesso com o ‘povo’,

daí fizeram ‘O Segredo’ que é mais comercial… e dai fez mais sucesso… mas ‘O Segredo’ só

diz: pensa e atrai… Quando na verdade tem que se pensar e sentir, vibrar para ocorrer atração.

Pq muitas vezes pensa: quero dinheiro, quero dinheiro!!…. mas no que se sente, lá bem

escondido há uma crença limitante: quem tem dinheiro não é uma pessoa boa, ou ainda como

algumas religiões falam: não vai para o ‘céu’, então pensa uma coisa e sente outra, logo não

atraia o desejo. Muito pano para manga rs‬‬

 

Adriana Elias: nossos pensamentos influenciam o tempo todo….O doc Quem somos nós

mostra num determinado momento como nossos pensamentos podem se tornar viciados e

quimicamente provocar reações que nos aprisionam ainda mais em comportamentos

destrutivos.

 

Rodrigo Rezende: Considero uma coisa para mudarmos nossa realidade, viver. Sem pressa,

sem saltos quânticos, só curtindo a vida e aprendendo no nosso ritmo. Somos consciência

numa jornada de infinitas experiências…

 

Kelly: Exato. A experiência do outro o conhecimento do outro são apenas arestas.. o solo

cada um tem que percorrer por si

 

Gianluca: eu prefiro começar da simplicidade, porque antes de absorver as informações

vindas dos outros, é preciso saber filtrá-las. É nesse filtro que devemos trabalhar. Creio que a

pratica da simples auto-inspecção, a conciencia de si mesmo sejam o melhor ponto de partida

e de chegada. O resto é complemento. E é muito facil se perder no “complemento” quando não

se tem boas bases

 

Adriana Elias: mtas vezes ouvimos demais os outros que parecem ter resposta pra tudo, terem

vivenciado tudo e parecem tão maiores do que nós…nos esquecemos da nossa jornada e de

tudo que nós experienciamos…

 

Fábio: A idéia é auto responsabilidade por si, cada um cuidando de si. Chega de guru cuidando

da vida de outro, auto governo


Hino Universalista

Rodrigo Rezende: https://youtu.be/-XQ9amKPUws


Tecnologia Oculta

55 19 99193-1714‬: Poderíamos ter astronautas lá em cima, que pra eles passaram apenas

alguns meses de missão e pra nós já tenha passado décadas?‬‬

 

Davi: Depende da distância entre ele a terra‬‬

55 19 99193-1714‬: O que quero dizer é o seguinte, podemos nem imaginar que isso (o que

passa no filme) pode estar acontecendo neste momento.‬‬ A tecnologia que temos disponível,

pode ser apenas 10% da tecnologia que a ciência tem em suas mãos‬‬

 

55 31 9383-8503‬: Imagina se acontecer isso‬‬, O cara sai da terra, passa milhares de anos e o

planeta foi praticamente destruído… Imagina a reação dele quando pisar no chão

 

Davi: Daí que vem uma dúvida, a evolução moral acompanha a evolução da ciência?‬‬

Rosaldo: não existe mais ou menos evoluido‬‬, mas sim, mais ou menos evoluido em um

aspecto‬‬

 

Davi: Eu acredito que a evolução seria o acúmulo de experiências‬‬

 

Rodrigo Rezende: Nem sonhamos com a tecnologia em potencial que está em estudo na

ciência não divulgada

 

Rosaldo: conhecem algo chamado wingmakers?‬‬ O básico do assunto é que um carinha meio

q deserta deum grupo e fala sobre‬‬

 

Rosaldo: https://rosaldoalves.wordpress.com/textos/wingmakers

no final dos textos tem (de forma discreta) o link do download do material‬‬

 

Fábio: coloca a questão que hoje dependemos de uma série de pessoas e até países para

gerar um produto simples como por ex, um sanduíche. Uma pessoa que fosse fazer o

sanduíche desde o princípio, plantando o trigo, esperando colher, etc, gastaria alguns milhares

de dolares.

 

E hoje esquecemos que tudo tem um ciclo e que é preciso esperar as coisas acontecerem.

Estamos muito acostumados a entrar num supermercado e pegar o que queremos.

Perdemos a noção do “processo” em todas as áreas de nossa vida.

http://revistagalileu.globo.com/Sociedade/noticia/2015/09/fazer-um- sanduiche-do- zero-pode-custar-ate- r-58- mil.html