Close Menu

Cálculo do Desconhecido

Data: 23/12/2017 Autor: Rodrigo Rezende Visualizações: 88

Cálculo do Desconhecido

Equações, números, fórmulas, teoremas, dinâmicas, o ser humano busca a evolução na matemática, em descobertas científicas que revelam um pouco mais da complexa e intrigante estrutura do Universo. Mas em verdade, vossas descobertas não criam as verdades, elas já são, simplesmente passais a compreendê-las.

O que não sabem já existe, o que não compreendem já está aqui. A obviedade lógica é que de fato, caminham no inimaginável, no incompreensível, respiram o infinito, são um todo que não é possível perceber. O racional aponta o desconhecido, uma vastidão imensurável que instiga e propulsiona um dos fatores notáveis da consciência humana, vossa curiosidade. Trilham a descoberta do saber lidando com fatores materiais e não mensuráveis, mas em ambas dimensões, constrõem e destrõem partículas, emoções, vontades, sonhos.

A vida é uma constante descoberta, exploração do Universo, mas o que nunca podem alterar é o equilíbrio, ele sempre está presente, fatores mudam mas não alteram a beleza da complexidade do equilíbrio. As fórmulas que não conhecem já existem e, do desconhecido, já controlam o universo, vos controla, vos move, vos motiva.

A cada descoberta em vosso próprio corpo, em vossa mente, vos denota que também sois o desconhecido, sois feitos com os mesmos mistérios que trazem as grandes descobertas. Vois  sois material, imaterial, sonhos, emoções, lucidez.

O material é somente uma parte do que podem ser, do que experimentam, é só uma fração de onda, uma fração de velocidade dos acontecimentos do infinito, é uma parte do desconhecido se fazendo presente.

A raça humana está despertando, direcionando sua inteligência, seus aprendizados à contemplar um novo caminho, complexo, rico e infinito, o equilíbrio. O véu está ruindo, novos horizontes findam-se, novas ondas, novas luzes se aproximam, o desconhecido mudará, passará a compor mais uma parte do homem, mostrando que dentro de cada coração há um infinito. Que vossas emoções, vossos sonhos, vossos interesses acompanhem estas transformações e que vossas descobertas, estabeleçam equilíbrio com a vida.

Construção, construam vossa realidade pois o equilíbrio fará seu papel, destruindo vosso passado.

Seja, compartilhe, viva, estamos todos conectados pois você é, somente é.

Rodrigo Rezende – 23.12.2017